férias



entre um trabalho e outro, entre uma colherada e outra, uma viagem e outra, uma cirurgia e outra, uns dias de descanso sem prazos, metas, despertados, processos, etapas...
apenas uns dias sem tempo e agenda

nem tudo que balança cai


viver verdades é uma grande mentira

não há descanso pra quem encara a vida verdade 
de frente ou de costas
mesmo que você finja
mesmo que você se esconda
mesmo assim 
isso ainda é você

tem sempre uma ponte frágil pra atravessar
uma árvore com sua fruta doce bem lá no alto 
uma pessoa abandonando o caminho
tem sempre um livro que a gente nunca termina de ler
um joelho ralado
tem sempre uma olhar doce na verdade e na mentira

cuidado cuidado cuidado

viver é deliciosamente perigoso
e tem essa dose sutil entre o que mata e o que cura

fôlego fôlego fôlego 

sem deuses nem filosofias prontas
viver mentiras ou verdades

arde
acolhe
transforma
joga no abismo
sacia desejos
reclama
frustra
invade
distancia

acalma  acalma acalma

mergulhe em águas profundas ou faça uma simples observação
experiências temporárias e boas, por quê não?
pense fundo, pense curto, não espere premiação.

olhar é observar sem escolha
pare de  buscar alguma coisa, 
a verdade em tudo, 
o ser verdadeiro...

enquanto você busca, você não é.

e essa busca gera violência? competição? 
um sentido de total insatisfação....

mente mente mente

mantenha ela inocente
























Oncotô, proncovô, nóisvai?

Seis meses depois....

fui no luxo pra Minas Gerais, ônibus especial  direto para Brumadinho com visita ao Instituto Inhotim, Mariana, no hotel antigo e lindo; Hotel Providência.
Ouro Preto, Catas Altas, Santa Bárbara, São João Del Rei.
Comidinhas calóricas,  muita caminhada por que o roteiro é cultural. Infelizmente sem marido, por que não dá pra juntar tanta coisa boa num pacote só né gente?

...
eu vou encerrando meu primeiro semestre no curso de conservação e restauro. Foram umas 20 igrejas, 6 seminários, 12 museus, alguns acervos particulares, muitas exposições, 7 workshops, 4 dias longos e intensos em Minas Gerais, várias caminhadas por Sampa, muita discussão acadêmica (e de buteco também) sobre a arte no Brasil e a necessidade de preservação de nossa memória, a vontade de saber mais e retardar o processo de deterioração de obras documentais, arquitetônicas, das esculturas, pinturas e etc etc etc...
Uma quase vaga no Museu Paulista (Ipiranga) na área têxtil, mas para futuro um estágio. Poucas indagações (mazelas particulares) algumas gripes e uma constatação básica e sempre renovada de que algumas coisas são mesmo melhores no papel. Sentimentos inclusive. 
Agora vou ali fazer uma simples geléia de morango, que me coloca novamente no eixo  :) 
vou lá botar a costura em dia, tecer muito que estou inspirada, dormir, fazer massagem que gosto tanto, e ir pra Bombinhas,  por que lá eu sou amiga do rei!
  


espia a fotos














The Intouchables - amigos improváveis

http://youtu.be/hsPHXVnt27g

Provavelmente vão dizer é déjà vu, filminho cacete, comédia romântica batida e blá blá blá... mas é bom de ver, bom de sentir,  é emoção né povo? vixi, emoção num tá na moda? deixa, eu nem ligo.