De 8 em 8

De 6 em 6 horas. Esse é o meu novo tempo por esses dias, os tempo de cada medicamento.Com tantas providências a tomar, com viagens marcada, a mudança já determinada, vamos dizer que ganhei esta pausa no tempo e vou usa-la ao meu favor. O final de ano chegando, a gente mesmo que não tenha pressa entra numas, todo mundo vai te espremendo. Todos querendo saber pra onde você vai, onde passará o natal o ano novo, a férias. Eu não quero ir a lugar nenhum! Quero ficar, mesmo. Porque eu sei que quando eu for, esse tempo, esse sossego do meu cotidiano, essa pausa mesmo forçada será mais rara. Por isso essa semana inteira será para meu corpo se recuperar, para minha cabeça acalmar. Preciso desses últimos meses do ano para fazer minha mudança com calma. Dessa vez não vai rolar caixas de papelão (tá, uma o outra) nem caminhão de mudança, ufa! Vou comprar o essencial para o apartamento em São Paulo e o resto vou mobiliando no tempo, sentido qual é a nossa pegada por lá.


A casa de Bombinhas vai ser o nosso refúgio :} na verdade será sempre o meu porto seguro. E ainda que a gente mude, metade da minha vida estará por aqui, por algum tempo pelo menos, ou pra sempre, quem sabe? Essa mudança "de volta para casa" não me assusta, mas muda completamente meu cotidiano, meu olhar, como todas mudanças né? Depois de tantos anos fora de Sampa, redescobri-la será interessante. Sabe que a meses estou sem máquina de costura, isso porque estou deixando esse gostinho pra Sampa, comprar minha máquina por lá será divertido, perambular pela lojas, fornecedores novos, levar a caixa com máquina dentro pra casa nova,  abrir, instalar, criar novas peças, ideias renovadas, descobrir espaços onde eu possa colocar meus produtos...

Enfins, mesmo inchada, dolorida, desconfortável, hora com frio, hora com calor ainda consigo "viajar" e por falar em viagem ano que vem também quero fazer algumas... e quem sabe riscar um pouco da longa lista de cidades, paízes, que me sorriem toda vez que abro meu caderninho de anotações?

Escolhi mudar em Janeiro, assim posso circular pela cidade com calma, montando sem pressa o novo lar. Opa! hora da medicação e pôr de sol na varanda.

Fui.

Ps. para escrever este texto usei (sem noção nenhuma) o ipad do véio, mas como vicia! 
percebi que estou com dificuldade de ser coerente, será efeito dos remédios ou desse ipad?

Um comentário:

Karina. disse...

Ai, ai...

Boa recuperação, boa mudança e boa viagem.

bj