cotidiano

Lembra que eu te falei que precisava fazer novos óculos?  renovar a carteira de motorista, fazer prova, passar  por consulta com oftalmo, comprar as cortinas, trocar os pneus etc e tals? então, foi ontem. Consulta com dr. felippe aquele jovem e competente, sabe? depois a escolha de armação, depois a burocracia do detran, documentação de tudo, mais taxas, mais prova e foto nova, digital dos dedos, e no caminho fui rememorando a a apostila que por falta de tempo, dei uma lida só por cima: primeiros socorros no trânsito; 
primeiro iten: manter a calma. E não é que foi a primeira coisa que perdi no trânsito de balneário camboriu?! todas as ruas estreitas e cheias e em reformas, e pessoas impacientes, e com pressa sei-lá-de-que, e não é que uma véia mais doida que eu resolveu ultrapassar na marra e ralou o carro?! ahhhhhh, não tive dúvida! a primeira coisa que perdi foi a calma! a dona acelerou e foi embora e eu fui atrás, que qué isso minha gente! ninguém bate e foge assim não...
  ....
depois almoço, compra de um mimo pra dar de presente, ver papai noel sentado tomando sorvete de casquinha, vendedoras vorazes, fila pra trocar nota fiscal por sorteio de carro, essa coisas que a gente vai fazendo, vai se embolando e quando vê o dia foi-se.
....
 e sabe que agora, em casa, com uma garoa fina caindo, um frio de botar casaco leve, fazendo mala, organizando a casa, uma preguiça danada, fico pensando que o melhor lugar do mundo é meu tranquilo e quieto canto grande...
...
tu bem sabe que no verão guardo os fios, agulhas e tecidos e fico com os óleos, os cremes,  né? eu já te falei o quanto eu curto tudo isso? essências, toalhas brancas, relaxar e realizar uma boa massagem, acredito até, que este verão rola uma parceria bem boa, depois te conto mais.

Bem, já vou. Porque minha vida gira em círculos.

(e em cada um você está)




2 comentários:

Karina. disse...

Oi Vera!

Não tenho paciência no trânsito, por isso, prefiro ter motorista (meu marido)... que me leva pra lá e pra cá. Quando pode, lógico. Se não, vou dirigindo mesmo e vem aquele stress. Ansiedade, mão suada e impaciência. Não gosto de trânsito!
Já pensou uma maluca arranhar meu carrinho??! Ah não. Por isso evito dirigir.

O legal de tudo isso é observar e realmente ter certeza de que não existe coisa melhor que nossa casa...

Canto Grande é uma coisa né?! E a Tatuira? Que é aquele lugar?

Intitulei Bombinhas de meu refúgio. São Chico é lindo, mas Bombinhas é mágico!

Beijos e boas férias

Véia da Teia disse...

Karina, então fazfavô, qdo vier AVISA lá! com antecedência pra gente se encontrar, aqui, ali, almoçar, tomar um sol, uma breja gelada, please!