foi quando meu pai me disse...


"Filha, você é a Ovelha Negra
Da família 


Agora é hora de você assumir
Uh! Uh! E sumir!...


Não adianta chamar
Quando alguém está perdido
Procurando se encontrar


Meu Deus!
Quanto tempo eu passei
Sem saber!"


( seja lá onde você estiver, obrigada pai!) 

6 comentários:

Talita Avila disse...

Que lindo verinhaaaaaa....

Paty disse...

Onnn que fofitas!
Bjos

Patrícia disse...

Oi... Já disse q amei!
E o rebanho já voltou para sua "querência"???
Bjs
Pat

Véia da Teia disse...

tks Talita!

Pati, voltamos não... mas quase lá! bufando, ruminando... mas indo ;)

Riva disse...

Adorei as tuas ovelhinhas. Abraços.

Véia da Teia disse...

Riva, e-amigo!
a ti que não faz distinção de cores e raças e curtiu tudo, meu carinho ;)