o mundo as pessoas e as coisas

praia estaleirinho
morro do careca

morro do careca olhando para balneário camboriu




depois de queimar a mufa, na sexta feira e no sábado, 16 horas tentanto fazer um contato de primeiro grau com a tabela periódica, aquela que me foi apresentada por volta dos 11 ou 12 anos, na quinta série, afins de entender meu corpo/matéria energeticamente quimicamente quânticamente análogicamente falando, encarei o bicho papão que tirava meu sono naquela época, e claro que pirei de novo, claro que a batatinha queimou, e mais, descobri que meus hormônios e células estão dançando tango, enquanto tem uma banda onde cada músico toca uma batida completamente diferente e ao mesmo tempo: pagode, samba, clássico, rock, tudojunto e em completa desarmonia, e descobri também que vou ter que ralar muito pra fazer essa banda tocar mesmo ritmo e bem.


...depois de me encarar microscópicamente, depois de confirmar o que já supunha, que minhas células são mais inteligentes que minha mente e enfins entender (ou quase) o que meu corpo precisa, e prometer que vou olhar pra ele com mais carinho e etc e tals, depois disso eu me joguei na vida, pq num tem coisa melhor pra mente e pro corpo que ser feliz, tem? eu falo de felicidade assim...dessas de fazer nada, gratuita, de rever velhos amigos de se embrenhar no mato, de se jogar da montanha ou numa multidão de gente apenas com a única finalidade, diversão!

....

manhã sobe morro desce morro ( não eu não me joguei, só fiz as fotos, mas tô pensando...)
final de tarde do domingo na praia de estaleirinho festa-vip-pulseirinha-no-braço, tomando champagne ao som de djs mandando o tunts tum já famoso e um monte de gente tudo misturado e igual.


... e a noite termina com chocolate e um filme com Sean Penn, em boa companhia que pra mim é tudo.

Ou seja, láaaaaaaaa de cima ou no microscópio, todo mundo é igual, mas a um passo de distância... bem, eu preciso de mais uma dose ou mais um barra de chocolate.

Nenhum comentário: