o linho e a linha


é a sua vida que eu quero bordar na minha
como se eu fosse o pano e você fosse a linha
e a agulha do real nas mãos da fantasia
fosse bordando ponto a ponto nosso dia-a-dia
e fosse aparecendo aos poucos nosso amor
os nossos sentimentos loucos, nosso amor
o zig-zag do tormento, as cores da alegria
a curva generosa da compreensão
formando a pétala da rosa, da paixão
a sua vida o meu caminho, nosso amor
você a linha e eu o linho, nosso amor
nossa colcha de cama, nossa toalha de mesa
reproduzidos no bordado
A casa, a estrada, a correnteza
o sol, a ave, a árvore, o ninho da beleza

gilberto gil

2 comentários:

Júnia Flores disse...

Olá Senhora ao Sul...
Prazer em conhecê-la!! Mesmo que virtualmente, né? Vejo que temos muitas coisas em comum: A teia, o véio e bom artesanato (em especial o tricô e o tear de pente liço, paixões de minha vida). Quanto à letra da música, Gilberto Gil grande mestre no tecer de letras escreveu esta arte. Tenho o CD ao vivo e fico aqui escutando enquanto faço o veinho do meu tricô.
Abraços e me visita, tá:
www.teiadotrico.blogspot.com

Júnia Flores

Lilian Carvalho disse...

ADOREI O BLOGUITO...FOTOS E PALAVRAS LINDAS....FORA O ARTESANATO....JÁ TÔ SEGUINDOOO....BJU
PASSA NO MEU PARA CONHECER...