gente, bicho doido!

Acorda com um barulho desse... o véio correndo pela casa me sacudindo da cama:

- Vé, acorda! acorda! aconteceu alguma coisa com a gata! corre!

Como assim, acorda, corre? santos travesseiros! eu? será que não dá pra ti, fazer alguma coisa?
Num deu! vou te dizer, marido-fotógrafo-oficial-de-celular, tu com um blog + bichos malucos em casa? tudo vira um post, ele queria registrar? tá ai!

O que ninguém vê, a cara de terror da gata, a minha cara de assustada-sonolenta-p.da vida, o espinho no pé, a arranhada na mão, o peso da escada, (juro que até isso eu tive que carregar) e a cara de riso frouxo desse fotógrafo maluco! 
"isso dá separação de corpos, no mínimo!" 

banana de pijama, descalça, desgrenhada...

sobre a felina: 
ela não é passarinho mas se acha, ela  passa mais tempo na cozinha, do que eu gostaria, acompanha bem de perto todo o meu movimento desde a limpa no peixe, até a hora dele sair do forno. 
é, ela é assim;
estranha
arisca
dengosa
tem um lugar só dela na cozinha, estrategicamente escolhido.
Pra ela tudo é uma questão de ponto de vista.
subir em árvore,
sentar em baixo da mesa...


domingo 19/04 /2009

3 comentários:

ana_didi disse...

Véia,

Minha flor, alguém lá atrás na história um dia falou:
- Queremos igualdade.
E fomos nós que ganhamos essa tal de igualdade..a de carregar as escadas!
Eu, cá comigo, continuo achando que ainda tem algo desequilibrado. sei não.
Beijos

Véia da Teia disse...

...por aqui não há equilibrios, mas tudo bem é nessas que me faço! visitinha boa essa de soteropolitano!

Vanessa Maurer disse...

Por essas e por outras, que não sou fã de gatos... acho todos ariscos demais!