eu sou Potiguar






estou na natureza! sou pedra, água,
cachoeira, sou vento
esta é a minha entrega mais verdadeira, aqui eu não temo
tenho limites?
essa é a minha raíz potiguar, sou cabocla-braba do sertão do seridó
sou o testemunho de um povo dizimado
sou neta e bisneta de europeus que por aqui se acharam

sou mestiça

eu festejo a natureza
danço em volta do fogo
eu falo o nhe-ê-Katu
teço minha rede
faço meu próprio pão
reverencio a vida
eu me entrego
e assim mantenho a alma pura

Nenhum comentário: