o que será que será
que dá dentro da gente e não devia
....

tenho me achado um alvo fácil de mais
ou amadureci ou amoleci...

ando mais calada, mais matuta
descobri (enfins) que meu hábito de transformar fatos neutros
em opinião penosa
tem ficado menos evidente

tenho descomplicado meus dias
remover a flexa, e não discutir a flechada
tem me feito um bem enorme
amadureci ou amoleci?

perceber que dor e gozo são inevitáveis
e que também são ambos temporários
me coloca no centro de novo,
amadureci ou amoleci?

o amanhã sempre chega, em seu ritmo regular e por causa disso tudo oque somos e pensamos é efêmero
tenho me sentido mais livre do que nunca
amadureci ou amoleci?


(que é feito uma água ardente que não sacia)


dai que abandono a idéia de levar tudo pelo lado pessoal
eu não estou no comando de nada
amadureci ou amoleci?

o que será? que será?
está na fantasia dos infelizes


faço o melhor que posso para cuidar de mim
deles
delas
da natureza

essa aceitação chega
e me pega assim
sem melancolia alguma
sem desconfortos físicos
vestida sem plumagem,
amadureci ou amoleci?

O que será que será?
que todos os avisos não vão evitar?
porque todos os risos vão desafiar


chega e estou atenta
sem tensão
sem vacilo
estou aqui e agora.
amadureci ou amoleci?

2 comentários:

Vanessa Maurer disse...

Acredito piamente que você amadureceu... olhar com mais complacência, com mais meiguice, com menos ímpeto e pré-julgamentos, faz parte do processo de amadurecimento... e com ele, de certa forma em comparação ao antes e o depois, amolecemos também... mas acredite, é para o melhor e sempre!

Monica Loureiro disse...

Nossa, que amadurecimento poético e lindo !
Sei que voce me abandonou, mas quero muito que me dê algumas sugestões de filmes e músicas, lá no Blog INVENTADEIRA DE MODA !