cores na tarde cinza


vento sul, frio, chuva, chuva, chuva....e eu pra lá e pra cá com vento na cara, com roupa molhada, com aquela cara de desmilinguida!
Mesmo assim vamos ao trabalho, e num de repente as cores surgem, em meio a pequena bagunça organizada pela Cia do Tear. As cores na roupa da Mariah, nos trapilhos que com paciência vamos cortando e emendando, o calor do chimarrão, o bolinho de fécula de batata, os assuntos paralelos...o vento, a chuva...

Nenhum comentário: