pela manhã


uma cor na cara pálida de inverno
xô friaca! que venha o sol, o horário de verão os dias mornos e intermináveis....

eita serviço enfadonho!


Finalmente consegui terminar a digitação de um trabalho com 19 páginas frente e verso, mal escritas, traduzidas do inglês para o português de um jeito muito particular, que só quem entende bem inglês mesmo pode fazer, (não é meu caso) ainda mais com aquela letra de médico que só o meu Véio tem e que com muita dificuldade eu conseguia ler. Coisa mais sacal do mundo, mas percebendo que eu tinha essa tarefa pela frente, e que ela em hipótese alguma me animava e que com certeza era realmente uma obrigação cumpri-la lá ia eu.
E assim fui "me percebendo" diante disso. Como resolver as coisas chatas, enfadonhas, cansativas do cotidiano? Como encarar o trabalho sujo, como colocar a mão na massa e finalizar o assunto? 
Neste caso eu me preparava, vestia uma roupa bem confortável, aquecia o corpo, preparava uma garrafa de chá, uma taça de vinho, ou um chocolate quente e lá ia eu e a gatuxa - peluda que sempre me faz companhia nessa horas. E antes de começar a espancar as teclas, me ligava em ligar o iTunes nina simone, norah Jones, clássicas e etc. e assim eu cumpria a minha parte. No fim percebi o quanto de determinação, de energia eu botei pra resolver o assunto, e não é que eu gostei de resolver mais essa? 
Então é isso, uma dose de vinho, outra de determinação! será?

quem comeu arregalou-se



Hoje fizemos geléia de hortelã, laranja, morango, abacaxi com pimenta, doce de banana para corte,  e eu que pensei que sabia fazer essas coisas....altos truques e cálculos pra tudo ficar muito no ponto exato!
fim!

Fabrica de Geléia



Tá pronto! com essa descoberta, já posso abrir minha fábrica de geléia!











pectina de maracujá

                                              



               




nas fotos: retirando a pectina do maracujá, Tânia a técnica da Epagri,
a vista na janela, a polpa virando geléia.




Iniciamos o curso com a geléia de maracujá por causa da pectina natural, retirada daquela fibra branca presente entre a polpa e a casca. O maracujá, é a fruta que tem mais pectina.
Com 7 maracujás fizemos 3 potes grandes de pectina, que vamos usar no curso todo.
Eu faço geléia em casa, mas nunca uso pectina, minhas geléias são para consumo rápido, mas no caso de querer comercializar ou mesmo fazer muitas, bota pectina nas meninas!
O curso está rolando na cozinha da secretaria de pesca, ( não tem cheiro de peixe por lá, e nenhum peixe à vista) mas a janela da cozinha dar para o mar da baía de Zimbros, só isso já valeu o curso! amanhã eu vou a pé , pela praia.
A Tânia é a técnica da Epagri nesta região, e com ela já aprendi e aprendo muito! na última reportagem do Globo Reporter ela esteve presente junto com outros técnicos e pesquisadores, falando um pouco dos estudos que a Epagri faz em Santa Catarina com ervas medicinais e como aproveita-las na culinária, este é o próximo curso que vou fazer com ela.
Trechos da reportagem aqui


a filhinha do papai


fechou uma nova moradia
ganhou um celular fofinho
e a única que acertou a boca no restaurante!
eita diazinho bom esse né Mazoca?

labrador dorminhoco


que vigiar a porta que nada...

caixa de luz churrasqueira


essa caixa de luz é das antigas, já estava na bagagem do véio a anos, quando a gente foi morar junto ela foi também. Quinze anos depois e nada de virar uma caixa de luz das antigas na entrada da casa, o que é uma pena eu ia curtir. Afins de dar uma vida à ela, resolvi que ela seria a nossa nova churrasqueira e não é que rolou? Não foi tão digna a solução, mas ainda não foi o fim da caixa de luz.

verdes




meu jardim pede um olhar, uma água, uma poda, uma limpa, uma terra nova, domingo promete! dia de quintal, de ver tudo que tá brotando e tudo que não resistiu ao inverno e tudo que surgiu a partir dele. Uma flor ou outra já despontam...

eu no cotidiano

essa vida de autônoma é cansativa pacas! desde as 7 da manhã na lida e quando chega às 22 h a gente ainda tá lá corre-corre!
e ela fica mais complicada quando a pessoa é atrapalhada assim como eu, que vou misturando tudo, a casa, os amigos, a família, o trabalho, tudo numa única oficina/casa/atelier/sala de massagem, cachorro, gato, papagaio! e a máquina de lavar batendo pino ao fundo, chiado de panela no fogão, trim trim do telefone, e manda mensagem no celular, no email, no msn, no flick, no blog, todas as páginas abertas, todas as luzes acesas, tudo funcionando! Graças ao Divino! 


triloom



cachecol ou xale triangular feito no tear triangular, dá trabalho mas fica bonito, é uma pesquisa, uma viagem, meu tear está fora da proporção que gostaria, pra simplificar; eu queria ele exatamente a metade de um quadrado, e sendo assim vou fabricar outro, ele é fácil de ser confeccionado, basta ter uma mãozinho na marcenaria...
Quem tem interesse fuçar aqui triloom



" Guardar ressentimento é como tomar veneno e esperar que a outra pessoa morra" - William Shakespeare

aos céus!

getty images

hoje fiz uma prece pra ganhar um montão de dinheiro, pra poder terminar minha casa e receber um montão de amigos de parentes, pra ter dindin e cair no mundo, fazer todos os cursos que quero, pra trocar de moto, pra viver assim bem tranquila, sem ficar fazendo conta o tempo todo. Rezei bem feliz, sem culpa nenhuma, pedindo um montão de coisas materiais. E agradeci a tudo de imaterial que possuo, e tudo de bom  que tenho na vida, mas hoje eu fiz um pedido ao universo bem claro: Manda Grana! e rápido!
Amém

bolinho de frutas batido à mão


quem me deu a receita desse bolinho de frutas foi minha amiga Cris, queridíssima! eu adoro o cheiro desse bolo pela casa, e gosto muito de bolo de frutas.

2 laranjas,
2 maçãs
2 xícaras de açúcar
2 xícaras de farinha de trigo
2 ovos
1 colher de sopa de fermento
canela e um açúcar para polvilhar.
Sempre achei que vai muito açúcar, mas como não entra manteiga, óleo, acho que dá uma compensada.
Dá pra fazer ele bem integral com mascavo, mel, farinha, farelo integrais...

Unte a forma reserve.

para o fazer o bolo:
Primeiro passo: Descasco a laranja, tiro tudo, só deixo as garrafinhas, tiro pele branca, caroços, películas ( esta parte é um saquinho) faço com tesoura, pico bem
Segundo passo: descasco a maça, e pico bem, vai pra vasilha junto com a laranja
neste tempo eu ligo o forno na temperatura mais alta.
Terceiro passo: junto os dois ovos e bato tudo à mão mesmo e muito bem
Quarto passo: junto a farinha e bate mais
Quinto passo: o fermento, misture a massa e leve a forma

Faça uma mistura de 1 colher de canela com 1 colher de açúcar ( ou a medida que preferir)
polvilhe por cima da massa ( com uma peneira, fica mais uniforme)
Abaixo o forno para temperatura média
Leve ao forno, e quando perceber que formou uma crosta ( do açúcar e da canela) dourada, esta assado, deve levar uns 30 minutos isso.

Para mim o segredo desse bolo, é ter paciência com a laranja, tirar todas a pele branca, caroços e etc... do contrário o bolo fica um tantinho amargo, o que não é de todo ruim, eu gosto.
Dá pra variar a laranja com abacaxi, tem que ser uma fruta que solte muito líquido.
Já fiz ele variando a quantidade de açúcar, para menos e ficou bom, já acrescentei uvas passas, ameixas, baunilha, pedacinhos de chocolate meio amargo e tudo cai bem.
As cascas da maçã viram um chá delicioso para acompanhar o bolinho.
eu agarantio!!!!

eu gosto muito da série Dr. House, o médico mau humorado e lindo, e o Monk um detetive  maluquetes total! fico bufando pela casa quando perco algum capítulo!

o dia fica mais longo

foto que fiz em cantuga ( frente de casa)
foto feita por ele de cima do telhado
a noite agora vem chegando de mansinho...
não tenho mais aquela sensação de que o dia num de repente acaba.
eu e o véio quando dá ficamos na praia, na rua, no quintal até a lua chegar.

dominguices

Lá fora o vento sul e o frio, uma chuva fina e gelada, e os grilos e sapos na maior cantoria.
Dentro de casa, o vinho esquenta o corpo, as manualidades aquecem as mãos.
Ele limpa tecla por tecla, ela faz ponto por ponto. E assim mais um domingo acontece tranquilamente.



corra Véia, corra!

...nem sei por onde  começar!
mesmo com pressa, atender aos apelos do meu estômago, e fazer uma pausa pra uma comidinha caseira, é fato.
da caxola/mãos e do fogão:  La Carbonara (minha versão básica)

Penne
alho
bacon (bastante)
ovos (uns 3)
creme de leite
queijo ralado 
salsinha ( ou outra coisinha verde que esteja sobrando na geladeira)
sal, pimenta à gosto
Tudo espontâneo, como no dia desta foto, eu tinha um brócolis cozido que juntei, ao alho, bacon e ao penne antes do molho e caiu muito bem!

Bato os ovos com o sal a pimenta o creme de leite um pouco de cheiro verde e reservo
Frito beeeem o bacon picado, junto o alho, jogo o penne já cozido, só pra ganhar uma cor um sabor, abaixo o fogo ( às vezes até desligo) e junto o molho branco, misturo tudo com delicadeza, o legal é não deixar os ovos cozinharem...
Salpico um queijo ralado na hora e me divirto! rápido, calórico, dá uma baita energia!