email para minha irmã

nesta minha cozinha hoje,  falta as crianças, tu, a mãe, os manos, as cunhadas e cunhados, o pai, os sobrinhos, os amigos. Faz falta em mim, no meu dia a dia, não fosse isso meu mundo seria perfeito demais!
Mas dizem que a gente tem que ter uma dose de dor, de saudade, de coisa desarrumada na vida, que é pra lembrar de sermos humildes, ter compaixão, e lembrar que na vida nada é perfeito!
Simplesmente a vida é um pouco do que queremos, com um pouco do que devia ser, com uma mistura dos anseios e sonhos e daquilo que nunca foi e nunca será, apesar dos quereres. A vida minha irmã é o imponderável, aquilo que talvez a gente nunca toque, acho que por isso ela é esse mistério, essa felicidade inalcançavel. A vida é isso que a gente sabe de nós e não sabe também, é esse eterno desenvolvimento, porque auto-conhecimento nem existe mesmo, a gente nunca vai se conhecer de verdade, a gente vai sempre se desenvolver a partir de uma nova descoberta, de um nova história. O importante é que  a gente seja inteiro em tudo! na dor, na alegria, seja integral, num tem certo ou errado, só existe aquilo que se é!
No fim tá tudo certo! vocês estão todos aqui! a barreira do visível e do invisível foi superada!


Um comentário:

Monica Loureiro disse...

Nossa, que texto lindo ! Quase chorei...Adorei !

Monicaty

Obs: Agora estou conseguindo postar comentários...