passeio matinal

querido diário...

nas primeiras horas da manhã eu froide e o senhor saímos para o passeio matinal, que graças ao labrador querido, é diário.
sempre brinco que é o froide quem leva a gente para dar uma voltinha, e não ao contrário.




flor de cactus
se observar bem, vai ver a coruja no cantinho esquerdo
orquídea selvagem
essas flores estão por todos as ruas, canteiros....

os filhotes...


este filhote está com uma reação fortíssima ao leite, temo perde-lo hoje.
foram abandonados pela mãe em condinções tristes. Banhei, limpei, e amamentei misturando ao leite comum água, 50 % de água, 50% de leite, mas esse da foto foi o único a ter reação a lactose, também não sei se é reação só ao leite, pois eles estavam em péssimas condições quando os encontrei e esse mais ainda.
Liguei para veterinária que me indicou um remédio, mas não sei não...peninha.

o pão nosso de cada dia!


é isso mesmo o pão fica assim com essa cara torta, mas vou dizer, ficou delicioso, a receita diz que é um pão para ser assado na brasa, numa panela de barro, eu fiz o meu no fogão convencional mesmo, e não sobrou uma lasca!

querido diario,

terça-feira 21:46

fiz uma pausa do tear, pra esticar o corpo dá uma olhadela se os bebês dormem, e me deu uma vontade enorme de comer um pão quentinho, sair agora? com chuva? nem pensar, mesmo porque não iria encontrar pão quentinho em lugar algum...
apelei: ó google, santo google! oque vc. tem por ai? quero um pão rústico fácil de fazer e rápido por que a fome tá virando um monstro.
e google respondeu: e compartilhou comigo essa receita
que já tá no forno cheirando bem gostoso! fui!
"Como você sabe que não esteve dormindo toda a sua vida? Como sabe que não está dormindo neste exato momento?"

correria de final de ano





todo mundo quer tudo pra ontem! o que acontece nesses últimos meses de 2007? mesmo aqueles que não tem pressa correm, tudo fica urgente urgentíssimo!!! eu hein.
E eu queimando a bufa pra atender as encomendas, pra falar a real a graninha que entra é bem boa, mas fazer "por encomenda" é um saquinho!!!! gosto de criar livre, as cores brotam, as texturas surgem, mas ai ter que combinar o trilho de mesa com as cadeiras de cor uva? e vai achar esse tom exato da tal cor uva, não pode ser lilás, nem roxo, nem vinho, nem lavanda, nem uva claro mas também não pode ser uma cor uva muita fechada entende? mas tem que ser uma cor escura e viva ao mesmo tempo!!! ah, pará né!

babys a bordo?????

....ranguinho


Bife de fígado? nossa, na infância eu corria desse monstro.
Tive anêmia e minha mãe enlouquecia correndo atrás de mim pela casa com um pedaço de fígado espetado num garfo! filme de Hitchcock!!!
Eu corria e chorava como uma doida, e ela gritanto... e pra deixar tudo mais "gostoso" tinha um tal suco de couve com sei mais o quê, que minha avó fazia.
Hoje me deu uma vontade doida de comer salada de espinafre com tomates e mostarda, cebola, e adivinhem? bife de fígado!!!! quase chorei de nostalgia ao morder o primeiro pedaço! vai entender.

Tear de Alto Liço







Furo, canaleta, furo, canaleta, furo, canaleta, furo, canaleta...

90% de trabalho
10% de talento.
Hoje tá complicado... essa massa tá me deixando doida!!!! eu devia estar na praia.

feriado

chove intensamente neste feriado de finados, tenho a impressão que sempre chove no feriado de 02 de novembro.
Aqui em Bombinhas além da chuva que cai desde a madrugada de ontem, ainda tem o vento sul, forte. As portas e janelas não deram conta de tanta água e vento, fiquei por horas limpando e secando o que podia, achei sacal e fiquei p. da vida! mas depois achei até engraçada a minha figura ali molhada e esbravejando contra a natureza!!!!
A grama verde, a natureza intensa, os bichos felizes e eu louca da vida,num combinava! deixei o Froide sair e aproveitar um pouco da chuva que ele tanto adora, dei uma última olhadela em tudo, me certifiquei que nada mais havia pra fazer, fechei bem as janelas e portas principais que ficam frente ao vento sul, passei na cozinha, botei água pra esquentar e fazer um chá de ruibarbo-nata orgânico, botei uma meia quente nos meus pés gelados, e cá estou.
A noite chegando, a chuva diminuindo um pouco e quase já não ouço o vento, Froide já seco e tranquilo "ronca" aos meus pés, um ronco muito alto que me faz rir.
Tudo está em paz.

inferno astral???

Tem dias que não dá pra achar palavras, mas talvez e apenas, essa música traduza um pouco do que ando sentindo tão sem sentido.

Ando tão à flor da pele
Que qualquer beijo de novela me faz chorar
Ando tão à flor da pele
Que teu olhar flor na janela me faz morrer
Ando tão à flor da pele
Que meu desejo se confunde com a vontade de não ser
Ando tão à flor da pele
Que a minha pele tem o fogo do juízo final
Um barco sem porto sem rumo sem vela cavalo sem sela
Um bicho solto um cão sem dono um menino um bandido
Às vezes me preservo noutras suicido

Oh, sim, eu estou tão cansado
Mas não pra dizer
Que eu não acredito mais em você
Com minhas calças vermelhas
Meu casaco de general
Cheio de anéis
Vou descendo por todas as ruas
E vou tomar aquele velho navio
Eu não preciso de muito dinheiro
Graças a deus
E não me importa, honey

Oh, sim, eu estou tão cansado
Mas não pra dizer
Que eu tô indo embora
Talvez eu volte
Um dia eu volto
Mas eu quero esquecê-la, eu preciso
Oh, minha grande
Ah, minha pequena
Oh, minha grande obsessão

Ando tão à flor da pele
Que qualquer beijo de novela me faz chorar
Ando tão à flor da pele
Que teu olhar flor na janela me faz morrer
Ando tão à flor da pele
Que meu desejo se confunde com a vontade de não ser
Ando tão à flor da pele
Que a minha pele tem o fogo do juízo final
Ando tão à flor da pele
Que qualquer beijo de novela me faz chorar
Ando tão à flor da pele
Que teu olhar flor na janela me faz morrer
Ando tão à flor da pele
Que meu desejo se confunde com a vontade de não ser
Ando tão à flor da pele
Que a minha pele tem o fogo do juízo final

e por ai vai....


Vapor Barato/Flor da Pele
Zeca Baleiro
Composição: Waly Sailormoon e Jards Macalé/Zeca Baleiro