dias com mais de 24 horas tem por ai?

E esse negócio de construir que não acaba nunca...
Ando muuuuito cansada, andei pintando portas e paredes, fazendo o jardim, terminaram de fazer o muro, mas como não vou pinta-lo escolhi um muro verde, mas para isso tenho que plantar trepadeiras são mais de 200 mudas! e tecendo e criando peças pro verão, e pegando encomenda,
e nisso tudo, o Froidi que adora me acompanhar rola na terra, molhada e vermelha!!! e depois entra pra oficina e deita naquele tapetão limpinho!!! ai meus sais!
Hoje desabei, tô num cansaço sem fim o corpo naquela lambeira que só!
Fotos da casa que nunca fica pronta, e do Froide que só apronta!



tear alto-liço



Fazia tempo que eu não tecia mãntas adoro quando elas ficam assim rústicas, essas tem fios de seda de várias espessuras, e um pouco de fios de lã, que eu "larguei" enquanto a peça crescia.

saudades apenas, apenas, apenas....


Ainda fico muito, muito triste pois não consigo mais blogar no meu querido, amado blog verdadeiro http://veiadateia.blogspot.com.
Sei lá, acho que sou mais feliz sendo a Véia da Teia do que a Senhora ao Sul, sou mais eu quando sou a Véia entende?
Tá que eu insisto em blogar sem mesmo entender nada de blogs, tá que minhas fotos são de celular, mas e daí? se o que vale é mesmo a intenção, um dia ainda chego lá, mas se alguma nobre e gentil alma puder me socorrer eu ficarei enternamente grata! e imensamente feliz em poder blogar novamente no Véia da Teia.

bolsa em tear alto-liço

Bolsa tecida em tear manual usei a palha de seda tingida com pigmentação natural, neste caso a casca de cebola





detalhe de acabamento na alça

minha gata doida



o nome dela é gordinha, felpuda, moleza, folgada, matilda, a gente comprou pra ela uma casinha Linda! tipo assim, casinha de gatucha mesmo, fofa, grande com teto e tudo, você entrou dentro? não? nem a matilda!
Daí que ela gosta mesmo é desses lugares inusitados que vc. nunca acharia um gato...ou acharia?

passo - a - passo


primeiro ganha-se os fios e larga-se por lá, por dias, meses, num balaio, perdido na oficina

depois vem a lembrança dos mesmos e bota-se tudo ao sol e vento sul, depois passe-se dias e dias e até meses novamente? não! apenas poucos dias a

andar a navegar até encontrar um gráfico ( mesmo que o seja de croche) modifica-o todo e bota-se a criar

a se pensar... o que fazer com malhas tão coloridas? dessas malhas faço os fios, as meadas e as bolas (novelos) que aqui não foram registrados ainda.

...cortar, urdir encher o pente e as navetes com os coloridos
e um gráfico de croche vira um gráfico de tear, uma bolsa será?

menininha


Ela aparece todo dia, grita lá do portão tiaaaaaaaaaaa.... e fica no atelier do véio, jogando todos os jogos da Barbie que a gente encontrar disponíveis na net....

microcosmo



O véio na banca de joalheria mandando ver!
mãos, para que te quero mesmo?
olhos de ver o microcosmo.

vida simples


vida simples é um luxo!
Um luxo poder sair numa manhã para comprar um peixe fresco, luxo ganhar ervas e temperos da horta da vizinha, tudo verdinho, sem química nenhuma...
bom mesmo é pedir pra limpar a anchova es-ca-la-da, e a gente vai pro mar junto com a dona da peixaria e limpa o peixe ali mesmo e enche de gaivota a nossa volta e tudo fica tão simples tão limpo....é mar, é sal, é peixe, é gente, é gaivota....
por que a vida simples me parece um luxo?
por que eu saio com o o senhor ao sul para fazer fotografia numa manhã de quinta-feira?
e volto pra casa e tempero nosso peixe e depois... o que virá? A VIDA É UM LUXO!
"Era um vez um homem tão pobre mas tão pobre que só tinha dinheiro..."

chapéu em crochê




Estou fazendo uma produção de chapéus de verão.
Este fiz com seda rústica acho que ficou bem fofo, esqueci de botar a marca da véia da teia no chapéu, mas é meu viu? eu qui fiz!

Fat Bag

Este bolsa é conhecida como Fat Bag e algumas artesãs fizeram no croche, eu também fiz, mas como minha praia é o tear, eu estou criando a minha versão da bolsa para o tear. Isto implica em ampliar o desenho num papel quadriculado, calcular o ponto para o tamanho que se quer a bolsa, rascunhos, desenhos, centímetros...e vamos ver no que dá. A primeira amostra sempre crio com um fio mais rústico a perda é previsível portanto quanto menos fio nobre eu perder nesta etapa melhor, neste caso estou usando malhas de refugo.



minha versão da Fat Baf no croche





minha versão da bolsa no tear




os trapos ao sol

obs."tá minhas fotos são meia-boca, são de celular confesso!"

tempo de sol e....



pernilongo!!!! ai saquinho!!!
Pra que? vc. lá na rede, no meio do jardim, rede amarrada entre árvores, o livro quase caindo da mão e num de repente... hei-lo! mosquitinho incômodo, barulhento, mordinhas doloridas!!! ah..... comigo não!.
Fiz um chá de folhas de citronela bem forte e passo na rede, em mim, sobre a roupa, além de garantir sossego o chá de citronela é suave, cheiroso...
Pronto! adeus OFF ( repelente eficiente, mas de cheiro cheiro forte e gorduroso, e que me deixa intoxicada).
Salve citronela,até os bichos aqui de casa curtem.